Milagres por interseção de N Sra Achiropita


         A Igreja estava sendo preparada para mais um dia da festa de Nossa Senhora Achiropita.
Era o dia 17 de agosto de 2013, quando uma senhora, chamada Luciene Andrade, entra na igreja e, olhando para o altar, não viu a imagem de Nossa Senhora, e tão logo a avistou em frente do altar, ficou parada e parecia bastante emocionada.
Nós nos aproximamos dela, que, cheia de emoção, começou a contar que procurava esta igreja para agradecer um grande milagre:
Seu filho Leandro Andrade Pires, aos 22 anos, um dia na Praia Grande jogando bola, caiu, quebrou o fêmur e foi levado ao Hospital Irmã Dulce onde comunicaram que seria necessária uma cirurgia para sua recuperação.
A cirurgia foi agendada para o dia seguinte, então sua mãe veio para São Paulo pegar algumas coisas que precisaria.
Mal chegou em São Paulo, recebeu um telefonema para que voltasse rapidamente ao Hospital, porque seu filho já tinha sido operado.
E assim foi. A mãe imediatamente voltou para o Hospital, e, quando lá chegou, foi encaminhada para uma sala, onde percebeu que havia acontecido algo.
Os médicos lhe disseram que infelizmente o seu filho tinha entrado em coma e seu quadro clínico era muito grave. Leandro ficou oito dias naquela situação até que os médicos disseram que tirariam todos os medicamentos porque não havia mais nada a fazer.
Luciene Andrade naquele momento pediu muito a Deus que não levasse seu filho, e olhando para ele via que estava ficando pálido, sem temperatura, parecendo morto; fez uma prece, cobriu-o e colocou a mão no peito dele. Neste momento seu filho abriu os olhos que estavam anuviados.

Ela pensou: ele abriu os olhos para se despedir de mim. Mas não foi isso que aconteceu.
Um pouco depois ele tornou a abrir os olhos e naquela noite foi levado para o quarto.
Quando ele já estava no quarto, pediu para desligarem a música de Nossa Senhora Achiropita, porque ela cantava muito alto, e a oração em forma de música, durante todos aqueles dias, estava lhe dando muita dor de cabeça.
A mãe respondeu: Não tem nenhuma música tocando aqui.
Ele lhe disse: Não está vendo Nossa Senhora Achiropita refletida na parede, cantando sem parar?
O médico que o acompanhava disse que ele estava delirando, com confusão mental, mas ela perguntou quem é Nossa Senhora Achiropita, porque nenhum deles a conhecia.
       Leandro ficou curado, sem sequelas e procurava uma imagem de Nossa Senhora Achiropita, e não encontrava. Luciene veio à igreja de nossa Senhora Achiropita por duas vezes, mas em horário que estava fechada. No dia 17 de agosto, ela chegou à igreja à procura de Nossa Senhora Achiropita. Quando a encontrou, se ajoelhou e agradeceu.
Ela relatou o milagre alcançado para o Padre Paulo Sergio e para outras pessoas da comunidade. Todos ficaram emocionados.
         No dia 18 de agosto de 2013, Leandro e sua irmã vieram até a igreja, participaram da missa, e o Padre Paulo Sergio o recebeu, ouviu seu relato que confirmou as palavras de sua mãe do Milagre de Nossa Senhora Achiropita que não o deixou dormir, todos aqueles dias, e ele via sua figura refletida na parede.
O Padre lhe deu uma imagem de Nossa Senhora e pediu para que a tivesse sempre com ele.
Emocionado, recebeu uma bênção especial e agradeceu por ter alcançado esta graça e ter a sua imagem de Nossa Senhora Achiropita.
Deus seja louvado!


Narrado por Maria Emília
Relações Publicas


Notícia publicada em: 11/08/2015

(11) 3106-7235

www.achiropita.org.br
contato@achiropita.org.br

Paróquia Nossa Senhora Achiropita

Rua 13 de Maio, 478 - Bela Vista - São Paulo - SP
CEP: 01327-000

Webmail Achiropita

Acesso Restrito